domingo, 27 de abril de 2014

TODOS A ALMADA NO 1º DE MAIO - Presença de Nuno Melo



Comemoração oficial do Dia do Trabalhador pelo CDS-PP
Mobilização Geral Pré- Campanha Europeias

A Concelhia de Almada tem a honra de o convidar a estar presente em mais um Evento do 1º de Maio organizado pelo CDS-PP Almada este ano com a presença entre outros dirigentes nacionais*, Nuno Melo Vice-Presidente do partido e primeiro candidato do CDS-PP na coligação Aliança Portugal às eleições europeias.
O mesmo Evento/Almoço será realizado na Quinta do Caiado na localidade da Sobreda, tendo um custo de 15euros por pessoa.
A recepção dos Convidados será efectuada no jardim da quinta estando marcada para as 12:30H.
Estacionamento gratuito e privado (sujeito à lotação do espaço)
Estrada Nacional 10-1, Quinta Santo António do Caiado, Sobreda 2825-715 Caparica.
Coordenadas: 38º 39´O3N
9º 11´33O
*Participação especial FTDC - Federação Trabalhadores Democratas Cristãos
Reservas (OBRIGATÓRIAS) e mais informações para: cdsppalmada.comissaoeventos@gmail.com ou tlm 962940063
Vamos mostrar a força do CDS-PP em Almada no início da pré-campanha às Eleições Europeias
Saudações Populares
O CDS-PP Almada

quarta-feira, 1 de janeiro de 2014

Mensagem de Bom Ano António Pedro Maco e Apoio a Paulo Portas


Caros militantes, caros almadenes, amigos

É cada vez com mais orgulho e dedicação que passo mais um ano na condução como presidente dos destinos da concelhia de Almada do CDS-PP.

Já lá vão alguns anos, que tenho deixado todo o meu empenho na defesa das causas e bandeiras do CDS-PP, nomeadamente em Almada, concelho onde não é nada fácil ser democrata cristão e fazer política.

Felizmente, ao longo destes anos, mais concretamente desde 2009, que conseguimos fazer com que o partido visse reconhecido o respeito devido, e que fosse reconhecido como alternativa às variadas opções políticas em presença no concelho.

Penso que esse enorme esforço e dedicação de todos aqueles que acreditaram no nosso projecto, não tenha sido em vão, bem antes pelo contrário, pois estamos cada vez mais fortes, com mais iniciativas, com mais trabalho, com mais e melhores militantes e sobretudo, com união e espírito de equipa.

Para 2014 pretendemos continuar a nossa intervenção política junto das pessoas, em nome da coerência e daquilo em que acreditamos e das propostas e projectos que não abdicamos. Os adversários políticos (outras forças políticas) devem entender que o CDS-PP em Almada veio para ficar e muito tem para dar.

Ás tentativas de desestabilização, de descrédito, de desmobilização, às calúnias, ao melindre, à arrogância e à falta de espírito democrático, à falta de fairplay e à batota, não só respondemos com trabalho, como nos torna ainda muito mais fortes, solidários e unidos. Cumpriremos com o nosso dever e com o nosso objectivo.

Aos militantes de Almada podem esperar, como tem vindo a ser, uma concelhia activa, com eventos, formações e intervenção política e autárquica, como tem pautado a concelhia ao longo deste mesmo mandato. Teremos novidades para 2014, e continuaremos na campanha de angariação de militantes que muito sucesso tem tido ao longo do ultimo ano sendo que, para esses mesmos novos militantes, deixo um agradecimento especial por se terem juntado a nós e por estarem a desempenhar esse mesmo papel de uma forma extraordinária e exemplar. Aos mesmos e aos que já sei que neste inicio do ano se vão também juntar à concelhia de Almada do CDS-PP um profundo agradecimento.

Enquanto Deputado Municipal saberei honrar o nosso compromisso eleitoral para com os almadenses e cumprirei na integra as propostas e projectos com que nos apresentamos este ano nas eleições autárquicas. Não abdicarei das minhas responsabilidades para o qual fui incutido.

Por fim, e com o 25º Congresso do CDS-PP à porta, quero aqui e publicamente deixar uma palavra de esperança para que o mesmo se salde num grande evento democrático e participativo, com muita discussão, e que possa sair um partido cada vez mais unido e com propostas claras e objectivas para o país. Não chegam apenas boas intenções para marcar calendário ou sobrevivência política, mas sim propostas concretas, exequíveis e de adaptabilidade às circunstâncias que o país atravessa.
Há muito para fazer, é certo, mas com inteligência, razão, e sobretudo, com muita responsabilidade.

Assim sendo, a concelhia do CDS-PP Almada tal como os cinco Delgados eleitos por Almada pela Lista A na passada eleição para o mesmo efeito, apoiam sem o mínimo de reservas, a Moção subscrita pelo Presidente do CDS-PP Paulo Portas, com o nome "RESPONSABILIDADE E IDENTIDADE" que espelha bem o seu conteúdo e a sua finalidade, como também apoia e incentiva a recandidatura de Paulo Portas à presidência do partido para mais dois anos.

Mesmo a terminar, e como não podia deixar de ser, um forte agradecimento a todos aqueles que têm acreditado nesta concelhia, nomeadamente os membros da sua direcção e os nossos mais directos militantes que connosco colaboram, pois têm sido a chave do nosso sucesso. A todos eles tal como à JP de Almada na pessoa da Irina Tricameguy, muito obrigado por esta excelente equipa.

Desejo a todos um Feliz Ano de 2014 e mãos à Obra.

António Pedro Maco
Presidente do CDS-PP Almada e Deputado Municipal

domingo, 22 de dezembro de 2013

Assembleia Municipal de Almada - Partido Comunista chumba Feira do Mar na Costa da Caparica


  Assembleia Municipal Almada Tomadas de posição do CDS-PP*

Decorreu nos dias 18, 19 e 20 de Dezembro, na localidade do Feijó, a segunda sessão da Assembleia Municipal de Almada (AMA) do mandato 2013/2017, onde o CDS-PP pelo Deputado Municipal António Pedro Maco apresentou um Projecto de Recomendação.

No Período Antes da Ordem do Dia, o CDS-PP apresentou à assembleia um Projecto de Recomendação onde recomendava à Câmara Municipal de Almada (CMA) que criasse, promovesse e tomasse toda as diligências necessárias para que se realizasse na Costa da Caparica todos os anos uma Feira do Mar onde estivesse representado todo o sector que directa e indirectamente dependa do mesmo, à semelhança de outros festivais e feiras que ocorrem por esse país fora e que atraem milhares de visitantes aos certames.

Mais uma vez, a maioria comunista votou contra a proposta do CDS-PP e, para não variar, com argumentos que voltam a roçar o ridículo e incompreensível. Afirma a bancada do partido comunista que vota contra pois, a assembleia municipal não é nenhuma empresa de eventos(!). Argumentos como estes, se não fosse uma oportunidade perdida para o concelho, tinham entrada directa num anedotário político nacional a juntar a outros que já nos habituou o PCP na AMA.

Lamentavelmente, o concelho e a Costa da Caparica, perdem mais uma vez, a oportunidade de ver a cidade com um evento anual que traria um enorme desenvolvimento à Costa da Caparica, tal como exemplo a Festa da Sardinha em Portimão, o Festival do Marisco em Olhão, ou a Feira do Chocolate em Óbidos, só para deixar alguns exemplos comparativos, e que os municípios souberam muito bem explorar e reverter em favor da sua economia, dos seus produtos locais e das suas gentes.

Em Almada o sectarismo bacoco e oportunista do Partido Comunista, impede que o mesmo evento seja realizado. 
Perde o sector turístico da freguesia e do concelho, perde a economia local, e perdem todos aqueles de quem de uma feira desta envergadura veria o seu negócio rentável. 

A Costa da Caparica, infelizmente, é o espelho do desinvestimento, do esquecimento e do sectarismo cirúrgico da câmara de Almada para com a freguesia que sempre rejeitou o partido comunista para comandar os seus destinos. As potencialidades da Costa da Caparica, não só naturais e paisagísticas, mas também a sua situação geográfica e a força e persistência das suas gentes, leva a que um evento com esta importância que é o Mar, fosse benéfico para o investimento, atracção e fixação de pessoas e bens.

Vamos continuar, por incúria e falta de visão estratégica por parte da CMA, a ver os almadenses a deslocarem-se para outros pontos do país, nomeadamente o Algarve, tal como os potenciais visitantes e turistas da capital, para usufruírem deste tipo de certames que muita gente tem atraído e muito bem tem feito aos municípios onde eles se realizam.

Já em mandato anterior na Assembleia de Freguesia da Costa da Caparica, o representante do CDS-PP fez aprovar uma moção onde se pretendia a realização da Feira da Agricultura na Costa da Caparica, o que, até ao momento, não temos qualquer informação sobre o seu desenrolar. 

O CDS-PP não só denuncia a falta de exploração dos recursos humanos e naturais da Costa da Caparica, como continuará a pugnar pelo seu desenvolvimento sustentável e duradouro contrastando com projectos megalómanos e mal planeados de custos elevados e quase sem retorno practico, como tem sido o trágico Pólis da Costa da Caparica.

De realçar que além do voto contra por parte do partido comunista, o PAN, que normalmente só usa o seu direito de eleito nas votações, mas em Democracia é assim e temos de respeitar, o Bloco de Esquerda, este último sem uma razão plausível afirmando que o CDS-PP quer é festas(!), mais uma vez a Democracia e a opinião alheia tem de ser respeitada, tal como o Partido Socialista onde se inclui o Presidente da Junta de Freguesia da Costa da Caparica, abstiveram-se, permitindo que os votos da bancada da CDU chumbasse a proposta do CDS-PP. A Bancada Municipal do PSD juntou-se ao CDS-PP e deu o seu voto favorável.

*a restante informação sobre a sessão da mesma assembleia estará disponível agora em Janeiro na Revista Online da Concelhia do CDS-PP "Almada Popular"

sexta-feira, 25 de outubro de 2013

Projecto Almada a Sorrir - CDS-PP Almada aposta na Saúde



O CDS-PP tem como proposta a constituição de protocolos e parcerias entre a câmara e as demais instituições do sector da saúde que possam contribuir para um melhor bem-estar e saúde dos almadenses. 
Em concreto a proposta abrangeria os mais desfavorecidos, entre crianças, jovens em idade escolar e idosos com mais carências economicas para que não ficquem privados de uma saúde oral condigna. A mesma podia passar por benefícios fiscais para as entidades de saúde envolvidas ou mesmo cheque-comparticipação para que todos possam ter um acesso à saúde mais rápido e em condições de recurso promovendo ao mesmo tempo a dinamização do sector e a sua promoção no concelho.

O CDS-PP tem Respostas

Pelo Pelouro de Saúde da Concelhia do CDS-PP Almada

terça-feira, 22 de outubro de 2013

IV SEMINÁRIO ANUAL CDS-PP ALMADA 2013


Irá realizar-se no dia 30 de Novembro o IV Seminário Anual CDS-PP Almada 2013, este ano com o tema a Constituição da República Portuguesa. A mesma terá lugar na Pousada da Juventude de Almada, sábado, dia 30 de Novembro.

Programa e mais informações para breve.

Organização: Comissão de Eventos da Concelhia do CDS-PP Almada 

sexta-feira, 11 de outubro de 2013

CDS-PP Almada defende verba do Orçamento de Estado para a Freguesia da Trafaria/Caparica


O CDS-PP em Almada defende que o próximo Orçamento Geral do Estado deve conter uma verba destinada à construção do quartel da GNR da Costa da Caparica, como também uma verba destinada à conclusão das obras da Escola Secundária do Monte da Caparica.

No que concerne a esta última, é já do conhecimento público, as dificuldades e desconforto que quer alunos quer professores têm em termos de falta de condições condignas para a realização das suas aulas quer em segurança, condições de higiene e conforto. De lembrar, que o problema surgiu com o fracassado e despesista programa Parque Escolar que não permitiu que as obras naquela escola fossem concluídas ficando inutilizado muito equipamento, que muita falta faz ao meio escolar. A situação já tem sido alvo por parte da JP Almada que terá mesmo reunido com o Secretário de Estado da Educação João Casanova, onde mostrou uma enorme preocupação com a espera na resolução deste impasse. Segundo consta, a referida escola, está já referenciada como prioritária para que, logo que possível, veja resolvida a sua situação.

Também com o secretário de estado, mas da Administração Interna, já terá estado a concelhia do CDS-PP de Almada, onde demonstrou a sua preocupação na resolução e concretização do novo e necessário quartel da GNR para a freguesia da Trafaria/Caparica, há muito esperado e, como parece, com algumas incongruências entre a Câmara Municipal de Almada e o Ministério da Administração Interna. 

A existência de inúmeros pólos de ensino, como o universitário, pólo empresarial e mesmo sector de serviços, tal como as características sociológicas e muito específicas, urbanas e mesmo rurais, levam a que a necessidade da existência, há muito esperada, de um posto da GNR na freguesia agora alargada, seja uma prioridade. 
Tendo em conta que as questões de segurança potenciam o bem-estar, investimento e atracção de pessoas e bens para o desenvolvimento da localidade, o CDS-PP Almada defende que o diálogo entre as entidades responsáveis pela sua resolução seja o mais profícuo e concertante possível, e que esteja contemplada uma verba especifica no Orçamento de Estado para 2014 para a construção do imóvel destinado a instalação dessa força de segurança que tanta falta faz na freguesia.

De realçar, que o Grupo Municipal do CDS-PP, tendo em conta a preocupação com a segurança de pessoas e bens no concelho de Almada, apresentou um Projecto de Deliberação na Assembleia Municipal de Almada onde propunha a instalação de vídeovigilância, onde estaria incluída a respectiva freguesia. 
A mesma foi chumbada com os votos do partido comunista.